quarta-feira, abril 4

Era uma vez, uma historia de amor 7# - Final


Maria sentia-se nas nuvens quando estava envolvida naquele abraço, sentia o seu coração a palpitar ao mesmo tempo que sentia o coração da pessoa que a fazia sentir a menina mais segura em todo o Mundo. Maria era isso mesmo, uma menina insegura incapaz de se entregar ao amor, sentimento capaz de destruir, mas ao menos tempo capaz de provocar as melhores emoções alguma vez vividas. Com Lourenço era como se um ficasse noutro lugar, longe de tudo, onde existiam apenas eles os dois, era o suficiente para serem felizes.
Ele continuou a fazer com que ela se sentisse assim, não questionava quando ele chorava, apenas agarrava-a e mostrava-lhe como estava e estaria sempre presente.
No dia 18 de Julho de 2010, Maria estava na web com o menino dos olhos dela, que para ela não era menino nenhum, era um herói, era um Homem capaz de mudar o Mundo. Estavam a mostrar papeizinhos um ao outro, onde escreviam palavras queridas, no último papelinho Maria escreveu: “Sim, aceito namorar contigo (a serio) ” Lourenço ficou estupefacto e sorriu como nunca tinha sorrido, queria correr para os braços da sua namorada, mas ela não deixou, era tarde e se o pai descobrisse ela estava tramada.
No dia seguinte, Lourenço estava em casa do melhor amigo, primo de Maria, e o irmão dela também la estava, então, Maria cheia de vontade convenceu a mãe a irem a pé ate la, deve ser mais ou menos uma hora de viagem, ela queria mesmo estar com ele, era a primeira surpresa que ela ia fazer ao namorado, que acabou por amar aquele gesto da sua amada. Do nada, ficaram sozinhos na cozinha da tia e ela disse-lhe: “ amo-te namorado”, os olhos dele brilharam de tal maneira que só conseguiu agarra-la com entusiasmo mas ao mesmo tempo cuidadosamente e beijou-a, beijou-a como nunca tinha feito, eram namorados, da para acreditar? Ele não estava em si, levantou-a e girou como se vê nos filmes, abraçou-a e por fim disse: “amo-te mesmo namorada, nunca mais te vou largar, nunca!”
A partir dai, começaram a construir uma vida em conjunto, um verdadeiro exemplo para qualquer casal, não eram só namorados, eram bem mais do que isso. Os piqueniques na praia, os beijos á chuva, os passeios no parque, as surpresas sem motivo, os jantares e almoços a luz das velas com pétalas de rosa e musica ambiente, as vezes que ela já adormeceu nos braços dele enquanto recebia mimos no rosto e no cabelo... Sabem rir, chorar, ajudar e ouvir-se um ao outro. Sabiam que já não iriam ser apenas eles próprios mas sim um EU onde existem duas pessoas. “Somos um”, era o lema deles.
As dúvidas dela com o tempo desapareceram completamente, e as certezas dele apenas se tornaram mais firmes. Um verdadeiro “ e foram felizes para sempre” com bruxas más, com monstros, mas no final, não há um final, porque vão superar sempre tudo, juntos, com o amor que sempre os ira unir.

Daqui a nada vai sair um capitulo especial,
 o mais importante

4 comentários:

  1. Amei a história tudiinha :$ Que pena já estar no fim oh :D
    Amo-te Melhor Amiga e "Façam o favor de serem felizes"! ♥

    ResponderEliminar