segunda-feira, fevereiro 18

Dois anos e sete meses ♥

Admiro-te pelo Homen em que te tornaste.
Admiro-te porque estás sempre onde o teu coração te pede para estares.
Admiro-te porque estás sempre comigo, a cada segundo dos teus dias e das tuas noites.
Admiro-te porque o que está dentro de ti é o mesmo que está fora.
Admiro essa força tão intuitiva que tens e que me faz sentir todo o teu Amor dentro do meu coração.
Admiro-te porque em todos aqueles momentos em que me senti sozinha, tu estavas lá.


Não é fácil para muitas mulheres admitirem que por vezes sentem-se cansadas e fracas. Para mim não é. Mas eu faço-o. E sabes porquê ? Porque tu nunca me julgas, nunca me criticas. Bem pelo contrário ! Estás sempre lá, sempre, com um sorriso enorme no teu rosto. Um sorriso que me faz sentir em paz. E eu estou também sempre contigo. Sempre. E saber que acreditas em mim traz-me uma serenidade capaz de me fazer também sorrir. Muitas vezes, lembro-me quando ignorámos o pôr-do-sol para ficarmos a olhar nos olhos um do outro.
E hoje, como sempre, vou ficar a pensar em ti e vou sorrir, embriagada pela lembrança das tuas palavras e pela certeza do abraço que te vou dar quando voltarmos a encontrar-nos.
E isto é algo que só quem já o fez, só quem já o sentiu, pode saber exactamente do que estou a falar.
Por isso, hoje, mais uma vez, segredo-te que te admiro e te amo cada dia um pouco mais, e que louvo o instante em que aceitámos sentir tudo, tudo, tudo, unicamente para nos sentirmos mais um ao outro !
(adaptado)

9 comentários:

  1. Que lindo!
    Que sejam sempre muitos felizes :)

    ResponderEliminar
  2. Parabens pelo blog e pelo texto, fascinante!

    ResponderEliminar
  3. Obrigada querida :)
    Eu realmente não sei mesmo explicar nada. Eu sabia que quando se tem bolsa na universidade que eles ajudam, e obrigada por teres dito. Sabes? A minha pergunta mesmo era se as escolas profissionais ajudam os alunos deslocados com subsídios de alimentação, transporte e/ou alojamento. Cá nos Açores fazem isso.

    ResponderEliminar
  4. Tem no lado esquerdo do meu blogue a dizer "seguir", clica aí. Se não conseguires quando entras no blogue, onde diz "lista de leitura" tem logo abaixo "adicionar" clicas aí e metes o link.

    Realmente tens razão :)

    ResponderEliminar
  5. Ele não quer nada de mim e eu não quero nada dele :s

    ResponderEliminar
  6. Que lindo, felicidades :)
    r: Obrigada por seguires linda*
    Sinceramente nem eu sei, simplesmente não conseguia esquecer mesmo só o vendo 3 ou 4 vezes por ano. Aquele sentimento prevalecia sem eu dar conta e quando ele voltava eu percebia que estava mais forte do nunca. Talvez por o querer esquecer que o que eu sentia por ele teimava em aumentar, não sei. Se o amor for verdadeiro resiste a tudo, neste caso resistiu à distância mas acabou por encontrar o fim quando menos esperava. Agora sou muito mais feliz do que alguma vez fui, eu amava-o mesmo, mas faz parte do passado. O presente e o futuro sou e o meu namorado :)

    ResponderEliminar
  7. r: Não sei se leste tudo, mas este era um amor não correspondido... Ele sabia que eu gostava dele mas não sentia o mesmo :s

    ResponderEliminar
  8. r: Pois, mas não. Eu não fui correspondida, e acabei por o esquecer. Foi sim, mas é a vida :)

    ResponderEliminar